Liliene da Glória Costa Ferreira

Ocupante da Cadeira nº 22 da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), que tem como patrono Edmílson Ferreira Ribeiro. Brasileira, maranhense, casada, professora do Ensino Infantil, graduada em Pedagogia; História, cursando Licenciatura em Música; pós graduada em Docência da Educação Básica e Ensino de História. Nasceu em 27 de março de 1980, no Povoado Pontal – Bequimão, filha de José Castro Costa e dona Maria Amorim Costa, ambos lavradores, fui uma criança autônoma, não tive muitos amigos em sua infância, pois sofria de bullyng, o que muitas vezes a fazia ficar retraída.

Todavia, tinha grandes sonhos a conquistar, dentre estes dois que pareciam inalcançáveis diante das circunstâncias, queria ser cantora e professora, com esse sonho nascendo dentro de si, passou a escrever músicas e poemas, e com as mesmas alegrava os dias da sua mãe, cantando de frente para a brisa do campo, sentada em um curral. Enquanto isso, anos e anos se passavam e distante do pai, ela e seus quatros irmãos eram educados unicamente pela mãe, pois o seu pai teve que viajar para outro estado em busca de trabalho para adquirir o sustento da família.

Cursou o antigo primário na Escola “Eusébio da Costa Rodrigues”, localizada no povoado supracitado com as professoras normalistas Maria Vitória Alvares Castro; Marlinda Olinda e Rosa de Lima Costa Amorim, aos onze anos de idade conclui o antigo primário, por falta de escola no povoado tive que repetir a 4.ª série 2 anos para que não ficasse sem estudar.

No ano de 1994, sem opção e sem escola para estudar na época no povoado, fez um pedido especial à sua mãe, pediu a ela que lhe desse um voto de confiança e que a colocasse para estudar em algum outro município, onde tivesse escola, falou a ela dos meus sonhos, a sua mãe diante do meu apelo procurou uma casa de família no município de Peri Mirim/MA, onde a colocou para morar e a matriculou no (CEMA) “Artur Teixeira de Carvalho”, todo esse esforço da sua mãe foi feito sem o conhecimento e consentimento do seu pai, pois o mesmo não aceitava que ela saísse de casa para morar em casa de estranhos, como bom pai que sempre foi, essa era uma forma de proteger a filha.

Aos 14 anos de idade, passou a viver um novo tempo e uma nova história, muitos desafios a serem superados, passou por casas de famílias, derramou muitas lágrimas, teve que caminhar muitos quilômetros com a finalidade de alcançar seus objetivos, sofreu saudades dos familiares, a sua maior alegria era quando via a mãe no bloco da escola e os meus colegas em coro chamando pelo seu nome para avisar. Sua mãe, como sempre uma grande mãe, parceira, amiga de todas as horas, dando forças para continuar os estudos. Durante esse período pessoas amigas abriram as portas de sua casa e a receberam em seu lar, dentre estes a irmã Maria Lúcia Diniz, Jadiel França Pereira e Walton França Martins.

Durante esse processo da sua vida tomou muitas decisões dentre estas a de se converter ao Cristianismo, pela vertente Assembleia de Deus Missões, cujo pastor Claudionor Gomes da Silva, onde a sua intimidade om Deus só cresceu, na época ainda adolescente de 14 anos de idade.

Em 1997, cursando a 8.ª série, contraiu matrimônio com Marcio Roberto Martins Ferreira, morador desta cidade (Peri Mirim), natural de São Luís/MA, que abraçou a sua causa e seus sonhos, um grande amigo inseparável, contribuinte e participante de todas as suas conquistas, desse matrimônio Deus deu a eles a graça de três filhos, a primogênita Sara Vitória Costa Ferreira em 2001, João Vitor Costa Ferreira, 2004 (in memoriam) e o caçula Davi Costa Ferreira em 2008. Mesmo com toda a responsabilidade matrimonial continuou a perseguir os seus sonhos e por muitas vezes sofreu críticas, de pessoas que achavam não ser possível, concluiu o segundo grau pelo Cenecista “Agripino Marques” em 2000.

No ano de 2005, quando tudo parecia não ter mais solução, uma luz se ascendeu para ela e para muitos colegas que almejavam a oportunidade de realizar um curso superior, pela Instituição CEERSEMA (Centro de Estudos Religiosos Superiores do Maranhão), curso de Ensino Religioso com Habilitação em Pedagogia pela FAVIX (Faculdade de Ciências Humanas de Vitória), cuja conclusão deu-se em abril de 2013. No ano de 2009 prestou concurso municipal sendo contemplada com o primeiro emprego público, um dos meus sonhos realizados por Deus, em fim professora do Ensino Infantil,  depois de uma vasta vida autônoma e como lavradora para adquirir o sustento familiar e para pagar os estudos.

Nesse intervalo o Senhor lhe concedeu a oportunidade de passar no vestibular da UEMA (Universidade Estadual do Maranhão), para o curso de História, turno noturno pelo Programa Darcy Ribeiro, cuja conclusão aconteceu  em novembro de 2014, durante esse processo, passou por situações difíceis, sofreu acidente na estrada, juntamente com uma amiga de caminhada Edna Jara Abreu, que junto com outros colegas como o Lourivaldo Diniz Ribeiro e Daniele, foram imprescindíveis na sua conquista, louva a Deus pela vida deles.

A partir de então a intimidade com a Academia foi cada vez mais estreita, muitas oportunidades tanto de estudo, como de trabalho passaram a surgir. Em 2015 iniciou a pós graduação em Docência da Educação Básica, concluindo em 2016, pela Faculdade Santa Fé; Em 2014, iniciou pós graduação em Ensino de História, pela Universidade Cândido Mendes, cuja conclusão se efetuou em 2016, era uma mulher mãe, profissional realizada, porém  para cumprimento das promessas do senhor no final de 2016 prestou vestibular para Licenciatura em Música pela Universidade Estadual do Maranhão, cursando atualmente o segundo período, e grandes sonhos passaram a se tornar realidade, seu sonho de infância, o amor pela música cresceu, tenho visto o cumprimento das promessas do Senhor não só em si mais na vida dos meus filhos, seus bens preciosos que o Senhor me entregou para cuidar nessa Terra. Muito breve a Levita Sara Vitória e o Davi Ferreira estarão gravando seu primeiro CD gospel que será lançado na cidade de Peri-Mirim, se Deus assim permitir em 20 de outubro de 2018. Dentre as composições estão duas que Deus me permitiu compor: Deus Majestoso e Tremendo e Filho.

Enfim hoje tem um sonho a perseguir, diante de tantos atos de superação, depois de ter sido livrada por Deus da morte em várias circunstâncias, afogamento, fogo, acidentes, doenças dentre outros, hoje agradece a Deus e almeja cursar o mestrado e chegar ao doutorado, tem vários artigos escritos, e a história da Assembleia de Deus em Peri-Mirim, que meu sonho é publicar um dia, pois creio que uma conquista se dá a partir da construção dos sonhos, neste sentido o que tem a vos dizer é: nunca pare de sonhar, pois é possível que sonhos se tornem reais assim como os sonhos de José se tornaram realidade,  sonhe como José sonhou.

Deixe uma resposta