Manoel de Jesus Andrade Braga

Ocupante da Cadeira nº 13 da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), que tem como Patrono Walter da Silva Braga. Nasceu em 04 de novembro de 1960 em Per-Mirim, Povoado Pericumã. Filho de Walter da Silva Braga e de Maria José Andrade Braga.

Vida escolar:

Primário – Escola Urbana Santa (Pericumã) e Escola Coração de Jesus (São Luís); Ginásio – Centro Educacional do Maranhão (CEMA – São Luís); Segundo Grau – Colégio Zoé Cerveira e Colégio Ateneu Teixeira Mendes (São Luís); Terceiro Grau – Faculdade de Farmácia na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Pós-graduação: Especialização em Saúde Publica pela Escola Nacional de Saúde Pública.

Vida Profissional:

Clínica de Endocrinologia, Diabetes e Medicina Nuclear do Maranhão (Bioquímico); Hospital do Servidor do Estado do Maranhão (Hospital do IPEM-Bioquímico); Centro de Ensino Gonçalves Dias (Professor); Centro de Patologia;do Maranhão/Hospital Português (Bioquímico); Universidade Estadual do Maranhão (UEMA – Professor); Centro de Saúde do Cohatrac (Bioquímico); Drogaria Gonçalves (Farmacêutico); Unidade Mista do Maiobão (Diretor Geral); Unidade Mista do Itaqui-Bacanga (Diretor Geral); Hospital Dr. Clementino Moura – Socorrão II(Bioquímico); Hospital Presidente Vargas (Bioquímico); Centro de Saúde AMAR (Atendimento Medico Ambulatória Rural – Diretor Geral); Hospital Dr. Djalma Marques – Socorrão I (Bioquímico).

Viajou para São Luís aos 11 anos no ano de 1971 em busca de melhores condições de vida. Seguindo o caminho de seus outros irmãos que já tinham desembarcado na Ilha do Amor.  Com a orientação firme de seus pais de que filho de pobre só melhora de vida através de muita dedicação aos estudos. Foi morar no bairro da Liberdade onde cresceu como tantos outros jovens de famílias carentes. Escola pela manhã e pelada na rua à tarde. Lá se envolveu com os movimentos de jovens da Paróquia do Divino Espírito Santo, na época comandada pelo padre Antônio Cambron, chegando a fundar um grupo de jovens chamado AJUD (Aliança da Juventude Democrática) que entre outras tantas coisas que aprontou, criou um jornalzinho chamado Caminhando e Lutando contando para isso com a orientação do saudoso jornalista Aldionor Salgado, morador do bairro.

Teve uma grande afinidade com a Teologia da Libertação, cujos expoentes na época eram o Pe Rejane, Pe Marcos Passarini e Pe Vitor Acelim orientadores da Pastoral da Juventude na Diocese de São Luís. Dessa militância religiosa, orientado por essa linha pastoral, para militância politica foi só um passo. No inicio dos anos 80 se filiou ao PT (Partido dos Trabalhadores) o que coincide com o inicio de construção desse partido. Militou no PT por 27 anos só saindo quando o partido, após chegar à presidência da republica, perdeu o caminho se desviando dos seus ideais.  Chegou a ser candidato a vereador em 1988 e participou como delegado do Congresso do partido em 1989, na cidade de São Bernardo do Campo, que homologou a primeira candidatura do futuro presidente da republica.

Em 1979 teve participação intensa na Greve da Meia Passagem como estudante secundarista. Inclusive, saindo na capa de uma revista de circulação nacional carregando uma faixa ao lado do amigo Edvaldo Duarte Silva já falecido.

Em 1981 foi aprovado no vestibular para Farmácia na Universidade Federal do Maranhão.  Imediatamente se incorporou à Pastoral Universitária onde teve intensa militância e fez grandes amizades. Também se envolveu no Movimento Estudantil vindo a ser Presidente do Diretório Acadêmico Oswaldo Cruz do curso de Farmácia e Secretario Geral do Diretório Central dos Estudantes da UFMA.

Como profissional continuou com sua militância politica. Foi vice-presidente do Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão e em seguida presidente por dois mandatos. Foi conselheiro do CRF (Conselho Regional de Farmácia) e da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Na militância politica tem grande orgulho de ter tido como camaradas os ícones da politica nacional Luís Carlos Prestes, Gregório Bezerra e Maria Aragão.

É pai de cinco filhos: Diego (Advogado), Luana (Médica), Luenna (Advogada), Victor (Estudante de Engenharia Civil) e a pequena Valentina.

Hoje tem como companheira Valbiciana Teixeira Silva com quem mora na comunidade Baiano em Peri-Mirim de onde continua com suas lutas pra melhorar a qualidade de vida das pessoas através do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense e contribuindo com as comunidades quilombolas em suas lutas.

Que homem é um homem que não faz nada pra melhorar o mundo em que vive!

One Reply to “Manoel de Jesus Andrade Braga”

Deixe uma resposta