A Academia de Peri-Mirim entrega projetos ao Prefeito do município

A Academia de Letras Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), entidade que atua na promoção da cultura, literatura, artes e ciência; de grande expressão na formação das pessoas, no interesse da comunidade perimiriense., entregou, por meio de Ofício dirigido ao Excelentíssimo Senhor Prefeito de Peri-Mirim, HELIÉZER DE JESUS SOARES, 04 (quatro) projetos, idealizados pela ALCAP,  para que sejam incluídos no Plano Plurianual e na Lei Orçamentária Anual do município, os projetos são os seguintes:

1) II Concurso Artístico e Literário “Prêmio ALCAP Naisa Amorim”, premiação de alunos da rede municipal, nas categorias Desenho, Poesia, Crônica e Escola Criativa, com o tema “Os valores essenciais para a construção de um mundo melhor”;

2)  Clube de Leitura “Professor João Garcia Furtado” é um projeto de incentivo à leitura, que objetiva fomentar a leitura na comunidade perimiriense como uma prática social, bem como contribuir para a formação de uma nova geração de leitores;

3) Festival ALCAP de Cultura é um grande encontro de manifestações culturais que surge com o objetivo promover um evento democrático de ampla participação popular que incentive a prática e vivência da cultura como expressão artística, contribuindo para a difusão cultural e o desenvolvimento regional por meio da cultura tradicional e

4) Plantio Solidário considerando a crescente degradação ambiental e poluição dos rios do município de Peri-Mirim, como forma de colaborar com a preservação do meio ambiente, o projeto busca atuar no plantio de árvores nativas em áreas de degradação ambiental e preservação das espécies ainda existentes.

Os referidos projetos também foram encaminhados aos secretários de Educação, GISELIA PINHEIRO MARTINS; de Administração, PAULO SÉRGIO CORRÊA; de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, LUÍS EDUARDO FRANÇA TUPINAMBÁ e de Cultura, FRANK WDSON DOS SANTOS.

A ALCAP sente-se honrada em colaborar com o Poder Público no interesse da comunidade perimiriense. A execução dos projetos contam com a mão de obra e expertise dos acadêmicos da entidade, necessitando apenas de pequeno aporte financeiro, para consecução dos seus objetivos. A ALCAP agradece a recepção dos projetos que se deu em clima de confiança mútua.

Academia de Peri-Mirim publica Edital de convocação para realização de eleição da nova Diretoria

A Presidente da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), atendendo ao disposto nos artigos 34 a 36 do Estatuto da Entidade, CONVOCA, por meio de edital, os acadêmicos, em pleno exercício de seus direitos estatutários, para inscrição no processo de eleição.

 A eleição dar-se-á por votação a ser realizada on line e secreta, ou por aclamação, no caso de chapa única. A Assembleia Geral para proclamação e homologação do resultado da eleição será realizada pela Plataforma Google Meet, às 17:00h de sábado, dia 31 de julho de 2021.

A votação destina-se a eleger chapa completa para os cargos de Presidente; Vice-Presidente; 1º Secretário; 2º Secretário; 1º Tesoureiro; 2º Tesoureiro e três Membros do Conselho Fiscal.

Prevê o Edital que as chapas deverão ser registradas até o dia 28 de julho  de 2021 e homologadas a partir do dia 29 de julho de 2021.

No mesmo ato, a Presidente, Eni do Rosario Pereira Amorim, nomeou os componentes da Comissão Eleitoral, formada pelos acadêmicos: Alda Regina Ribeiro Corrêa; Graça Maria França Pereira; Nani Sebastiana Pereira da Silva e Venceslau Pereira Júnior, que conduzirão o processo eleitoral.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO_ALCAP ELEIÇÃO

Nota de Pesar pelo falecimento de Anastácio Florêncio Corrêa

Os membros da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) vêm externar o mais profundo  pesar pelo falecimento de Anastácio Florêncio Corrêa, pai da acadêmica Alda Regina Ribeiro Corrêa, ocorrido às 20 horas deste sábado, dia 15 de maio de 2021, no Hospital dos Servidores Estaduais em São Luís.

Ao longo de sua vida, Anastácio sempre esteve envolvido em movimentos sociais e políticos em prol dos trabalhadores, especialmente os mais humildes. Era um profundo conhecedor das causas sociais que pudessem beneficiar as pessoas do seu lugar.

Construiu uma família exemplar e sua lembrança ficará eternamente gravada na alma dos seus conterrâneos e amigos. Anastácio deixa saudades, faz parte da História de Peri-Mirim, e deverá ser lembrado para sempre, como alguém que não se curvou diante das dificuldades.

Neste momento, as palavras falham, então, juntamos as nossas orações para que Deus fortaleça os corações dos familiares, conterrâneos e amigos do saudoso Anastácio.

Receba nossos pêsames, confreira Alda Ribeiro e à sua família. Lembrem-se que a morte não é o fim, é o coroamento da missão de Anastácio, o ápice do seu serviço aqui neste plano material. Deus esteja com toda a família neste momento de dor e saudades.

Finalmente, apresentamos à família Ribeiro Corrêa e aos amigos enlutados nossos sinceros sentimentos de solidariedade e respeito, bem como condolências pela inestimável perda.

Nota de Pesar pelo falecimento de Madalena Paz

Os membros da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) vêm externar o mais profundo  pesar pelo falecimento de Madalena Paz, esposa do acadêmico Francisco Viegas Paz, ocorrido nesta manhã de terça-feira, dia 16 de março de 2021, no Hospital Universitário Presidente Dutra em São Luís.

Madalena foi uma mulher de “fibra”, de lutas e vitórias; uma pessoa que emitia luz e fortaleza no seu sorriso, na sua fé, na sua positividade de ver as coisas.

Madalena deixou, na sua trajetória de vida, lindas e preciosas lembranças construídas na sua história singular. A sua lembrança ficará eternamente em nossa alma.

Este é um momento em que se torna difícil as palavras dirigidas aos seus familiares, então, juntamos as nossas orações para que Deus fortaleça os vossos corações.

Sinta-se abraçado, confrade e amigo Francisco Viegas e à sua família. Lembrem-se que a morte não é o fim, é o coroamento da missão de Madalena, o ápice do seu serviço aqui neste plano material. A morte da semente é a geração de uma nova vida, é o milagre do renascimento. Deus esteja com toda a família neste momento de dor e saudades.

Finalmente, apresentamos à família Viegas Paz e aos amigos enlutados nossos sinceros sentimentos de solidariedade e respeito, bem como condolências por esta inestimável perda.

Irmã de Jacinto Pinto agradece a ALCAP pela homenagem a seu irmão

Maria Pinto, muito emocionada, agradece à Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) pela homenagem que fez ao seu irmão Jacinto Pinto. Ela fala do seu irmão como alguém que gostava de futebol, era músico. O seu instrumento preferido era um pandeiro.

Ela também lembrou muitos afilhados do irmão, pois tinha muitos amigo, pois gostava de ajudar as pessoas. Na companhia do acadêmico Diêgo Nunes, ela gravou um áudio, para registrar esse agradecimento e homenagem ao seu irmão.

Morre o Padre João Helder aos 90 anos

Faleceu hoje (26.02.2021) aos 90 anos o Padre João Helder, MSC. Atualmente residia na comunidade de São João Batista do Tauape em Fortaleza – CE. Era holandês, chegou ao Brasil em 1960. Em 2005 foi transferido para Fortaleza. Regularmente visitava a Diocese de Pinheiro. Considerados grande benfeitor da referida diocese, ajudando na manutenção da Fazenda do Amor Misericordioso.

Na Diocese exerceu as seguintes ofícios pastorais:
1980 – 1986: Pároco da Paróquia de São Matias, em Alcântara, MA
1988 – 2003: Pároco da Paróquia de São Sebastião em Peri Mirim – MA
1988 – 2000: Coordenador da CPT e da Cáritas na Diocese de Pinheiro.
2003- 2004: Assistência nas Paróquias de Peri-Mirim e Pinheiro.

Fonte: Arquidiocese de Pinheiro.

Livro de Viegas encontra-se à venda na Livraria AMEI

A Livraria AMEI no São Luís Shopping expõe o livro de Francisco Viegas Paz, imortal da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), com a seguinte notícia no Facebook: “Nossa dica literária de hoje é o livro “Peri-Mirim: cem anos de emancipação 1919-2019” do escritor Francisco Viegas Paz.
A obra relembra os principais acontecimentos contidos nestes cem anos de emancipação política do município de Macapá, que a partir de 1943 mudou de nome e passou a se chamar Peri-Mirim, os muitos fatos importantes merecem ser relembrados como princípio de uma nova história. A própria mudança do nome original mexeu, radicalmente; com o gentílico dos seus habitantes: antes “macapaenses” e atualmente “perimirienses”.
À venda por: R$50,00.
Adquira o seu aqui na Livraria AMEI no São Luís Shopping ou peça delivery (98-982832560).
Entregamos em todo o Brasil (www.ameilivraria.com).”

Peri-Mirim: Cem Anos de Emacipação

É o nome da nova obra do escritor e imortal da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), Francisco Viegas Paz.

Autor de Seminarista Graças a Deus e Curiosidades Históricas de Peri-Mirim, Viegas lança sua nova obra que trata dos cem anos de história de emancipação da sua cidade natal, que ocorreu em 31 de março de 1919.

O livro aborda os principais acontecimentos ocorridos nesses cem anos de emancipação política do município de Macapá, que a partir de 1943 passou denominar-se Peri-Mirim.

Além dos fatos históricos relevantes, Viegas fala dos poetas, cantores de bumba meu boi, repentistas, do carnaval, tambor de crioula e outras atrações artistas. Retrata várias personalidades que contribuíram com História de Peri-Mirim.

Os perimirienses, com certeza, relembrarão fatos e personagens retratados pelo autor, fruto de sua memória prodigiosa, de consulta a documentos históricos e de entrevistas com os pioneiros do município.

De grande valia para consultas estudantis e de todos que quiseram aprender mais sobre a história de Peri-Mirim e sua gente, o livro pode ser adquirido na Livraria AMEI no São Luís Shopping, em Peri-Mirim na Loja de Carmem de Saulo, ou diretamente com o próprio autor.

Academia Perimiriense: Doutor Ozaias Batista participará de debate virtual

Com participação especial do Profº Dr. Ozaias Batista, o Clube de Leitura da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) promoverá no próximo dia  31 outubro, às 16 horas um debate virtual, por meio da plataforma digital Google Meet, para análise da obra “O Meu Pé de Laranja Lima”, do autor José Mauro de Vasconcelos.

Ozaias Antonio Batista é professor de Sociologia na Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Piauí (UFPI/CPCE). Doutor em Ciências Sociais (UFRN). Mestre e Licenciado em Ciências Sociais (UFRN). Pesquisador do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão em Educação, Ciência Descolonial, Epistemologia e Sociedade (NEPEECDES) (UFPI), membro e pesquisador do grupo de pesquisa Mythos-logos: ciência, religião e imaginário da UFRN. Possui experiência como professor no ensino médio, superior e educação à distância nas disciplinas de Sociologia, Ciências Sociais e Educação. Tem amplo conhecimento sobre a obra objeto de debate, inclusive sua tese de Doutorado versa sobre o tema, cujo título é: Sonhos entre as páginas do meu pé de laranja lima: imaginação e devaneio poético voltado à infância.

A escolha do livro O Meu Pé de Laranja Lima foi objeto de votação aberta à comunidade, sendo a 3ª obra a ser lida dentro do projeto do Clube de Leitura “João Garcia Furtado” promovido pela ALCAP. Além da convidada especial, haverá sorteio de livros.  Inscreva-se no Clube de Leitura e participe da reunião, pelo link para o grupo de WhatsApp:  https://bit.ly/2EmmhWF

Após a leitura da obra, os participantes poderão escrever uma breve dissertação, sem delimitação de conteúdo e forma, apenas como incentivo à leitura de interpretação de texto. Os textos serão dirigidos à Comissão, para análise.

Conheça mais sobre o  Clube de Leitura João Garcia Furtado.

Coordenadores do Projeto: Ana Creusa Santos, Eni do Rosario Pereira, Diêgo Nunes Boaes, Jessythannya Carvalho Santos, Maria de Lourdes Campos, Nasaré Silva e o aluno Paulo Silva.

FDBM e COAMEL discutem implementação de Cooperativa na Baixada Maranhense

Na manhã deste sábado, dia 15/08, no Povoado de Itans do Município de Matinha, encontraram-se o novo Presidente da Cooperativa Agroecológica dos Meliponicultores da Baixada Maranhense (COAMEL), Venceslau Pereira Júnior, e o Presidente e Vice-Presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense (FDBM), Expedito Nunes Moraes e Antônio Lobato Valente.

A comitiva da COAMEL, que partiu de Peri-Mirim para Matinha, além do presidente da entidade, foi formada pelo secretário Lourivaldo Diniz e por Ana Cléres, que também compõe o FDBM.

O assunto debatido pelas duas instituições foi a busca de apoio direcionado ao desenvolvimento da meliponicultura na Baixada Maranhense por meio de investimentos em equipamentos para a COAMEL, a fim de que ela possa entrar em funcionamento, para benefício direto de famílias de meliponicultores de seis municípios da Baixada Maranhense.

Foi informado ao Presidente do FDBM que o desenvolvimento do projeto da COAMEL contou inicialmente com a parceira do SEBRAE e da Fundação Banco do Brasil. Atualmente já existe uma estrutura física, faltando a aquisição de maquinários e outros equipamentos para beneficiamento do mel de abelha e seus derivados.

Durante a rápida reunião, o presidente do FDBM mostrou-se bastante interessado em ajudar na construção das parcerias necessárias para que a COAMEL venha a funcionar de forma eficaz. Ao final, ficou combinado que haverá um novo encontro específico para tratar do assunto.

A Comitiva da COAMEL assistiu a uma abundante pesca no Povoado de Itans, onde funciona um centro de referência da cadeia produtiva de piscicultura que é modelo para o mercado nacional e internacional, que também foi construída com apoio do SEBRAE e Fundação Banco do Brasil, o qual funciona sob a forma de cooperativa – a grande esperança para pequenos produtores da Baixada Maranhense.