Academia Perimiriense: Reunião sobre a participação cultural no Festejo de São Sebastião

Ontem, 29/10/2022 às 9:15 na resistência de Raimundo Campêlo ocorreu uma reunião entre representantes da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) e a coordenadora do Festejo de São Sebastião, senhorita Laeny Oliveira,  para definição de participação cultural da ALCAP nos festejos de São Sebastião 2023.

A presidente da Academia, Ana Creusa, fez a apresentação da equipe da ALCAP presente à reunião. Em seguida Laeny Oliveira explanou o desejo de uma participação da Academia com um projeto de resgate histórico na linha de tempo da história da Paróquia São Sebastião e do Padroeiro da cidade.

Lembrando-se que os festejos religiosos ultrapassam a si mesmos como unidades temporais para religar o visível e o invisível, àquilo que está dentro e fora de um tempo, sempre buscando estabelecer laços comunitários e identidade étnica e tradição dentro das mais variadas relações de poder existentes na comunidade. Servem como um momento de confraternização coletiva entre as famílias e a comunidade trazendo ao grupo unidade e os reunindo em torno de um ritual que reflete o modo como o grupo vê o ambiente no qual está inserido bem como seu modo de organizar e traçar as estratégias de permanência do grupo enquanto comunidade.

A ALCAP comprometeu-se a buscar alternativas para montar um local para exposição dos livros dos autores da terra, bem como levantar informações que contribuam para a montagem da linha do tempo da história da Paróquia. Ficou acordado que a Academia fará suas atividades de demonstração no dia 15 de janeiro de 2023.

Em seguida, foram apresentados um pequeno recorte dos projetos da ALCAP: Prêmio Naisa Amorim, Clube de Leitura João Garcia Furtado e do Projeto Solidário João Deus Martins por seus respectivos gestores: Eni Amorim, Tatá Martins e Ana Cléres.

Ficou definido que haverão outras reuniões para as implementações do proposto pela coordenação do Festejo.

Presentes: Ana Creusa Martins, Ana Cléres Santos, Eni Amorim, Nani Sebastiana, Diêgo Nunes, Tatá Martins, Raimundo Campêlo, Francisco Viegas, Laeny Oliveira, José Maria Martins (convidado).

Após a reunião, o anfitrião Raimundo Campêlo e seu esposa ofereceram um delicioso lanche aos presentes. Todos saíram animados e certos de que a participação nas atividades do festejo de São Sebastião será uma oportunidade de apresentar um trabalho de resgate dos dados históricos e culturais, do qual tem se ocupado a academia desde a sua fundação em 2018.

Academia de Peri-Mirim participará de Roda de Conversa durante as festividades da Semana da Consciência Negra

No último domingo, dia 23/10/22, a Coordenação do Território Quilombola Pericumã esteve reunida na comunidade Murutim. Novamente tratamos da organização da Programação da Semana da Consciência Negra.

Estiveram presentes as comunidades de Pericumã, Tijuca, Capoeira Grande, Pedrinhas, Rio da Prata e Murutim. Não compareceram e não justificaram a ausência Itaquipé, Malhada dos Pretos e Santa Cruz.

Tivemos a participação da Secretária de Igualdade Racial Geilsa Ferreira e do Secretária de Ação Social Paulo Sérgio. A programação ficou fechada da seguinte maneira:

Sábado, dia 19/11/22

Manhã teremos palestra sobre a saúde de comunidades negras com acadêmicos de Pinheiro. Vamos tentar oferecer alguns serviços como a aferição de pressão arterial e testes para HIV, Sífilis hepatite B e Hepatite C entre outros.

Tarde teremos o Torneio de Futebol Feminino.

Noite teremos uma celebração religiosa voltada para a temática do povo negro.

Domingo, dia 20/11/22

Manhã uma roda de conversa sobre a história do povo negro no Brasil e de forma especial em nosso Território. Nessa Roda de Conversa teremos a participação da ALCAP ( Academia de Letras, Ciências e Arte Perimiriense); da Secretária de Educação e da Amiga Maria que é filha do Murutim e trabalha na UFMA em Pinheiro.

Tarde teremos a rodada do Campeonato Quilombola.

Noite será a parte Cultural com várias apresentações das nossas diversas manifestações (Bandeira do Divino, Tambor de Criola, Bloco Carnavalesco, etc,). No evento, teremos um espaço especial pra D. Lenir de Pericumã apresentar as suas cantigas. Teremos, ainda, um espaço para o reggae se apresentar. Teremos, também, o desfile da Beleza Negra. O encerramento será com um cantor.

A coordenação pede o empenho de todos para que a nossa programação este ano seja bem melhor do que a do ano passado.

Texto Maninho Braga, Presidente da AMQUIPE (Associação dos Moradores do Quilombo Pericumã).

Peri-Mirim: Semana da Consciência Negra foi tema de debate em comunidades quilombolas

No último sábado, dia 08 de outubro, a Coordenação do Território Quilombola Pericumã esteve reunida no Quilombo Pedrinhas. O objetivo da reunião foi tratar da Semana da Consciência Negra, que homenageia e resgata as raízes do povo afro-brasileiro e é comemorado no Brasil no dia 20 de novembro.

O evento contou com a participação de vários convidados: o prefeito Heliezer Soares, a Secretária de Igualdade Racial Geilsa Ferreira, o Secretário de Cultura Frank Hudson, o Secretário de Turismo Fábio Maia, a Secretária de Educação Professora Zaine, a ALCAP foi representada pelo professor Venceslau Junior. Lamentamos a ausência do Padre Irvison.

Depois de ouvir a opinião de todos, combinamos o seguinte: que este ano faremos 2 (dois) dias de programação que ocorrerão no Quilombo Muritim. Sábado, dia 19/11 e no domingo, dia 20 de novembro.

No sábado teremos a seguinte programação. Pela manhã teremos uma roda de conversa com o representante da ALCAP e da Secretaria de Educação sobre a História das nossas comunidades (essa programação é mais voltada para as lideranças). À tarde teremos um torneio de futebol feminino e à noite será celebrada uma missa campal.

No domingo teremos pela manhã palestra sobre saúde de populações negras com um grupo de estudantes da UFMA de Pinheiro. À tarde teremos a rodada do Campeonato Quilombola e à noite será a programação cultural em que serão apresentados todos as manifestações culturais de nossas comunidades (Divino Espírito Santo, Tambor de Crioula, Bloco Carnavalesco, etc). Teremos, também, a presença de um cantor no encerramento da noite.

No domingo também será palco do desfile da Beleza Negra onde cada comunidade terá uma representante. Neste ano teremos ,também, a presença no desfile de representantes masculinos. O desfile não será competitivo. É somente apresentação.

O representante da ALCAP, Venceslau Júnior, agradeceu o convite e falou que:

a Academia busca fortalecer a cultura de modo geral, e que não devemos deixar morrer movimentos como os tambores de crioula, são Benedito e que nessas regiões quilombolas, deve haver o estímulo para a criação de escolas, ou pelos menos, de aulas para os jovens e adolescentes para que não se perca a herança histórica.

Neste ano de 2022 teremos espaço na parte cultural para o movimento reggae e vamos ter um espaço especial para uma apresentação de D. Lenir. Ela irá cantar os seus sambas. Ela cantará suas cantigas. Todos os ritmos que ela canta.

No ano corrente, nossa programação homenageará duas pessoas que são muito representativas das nossas comunidades. Será D. Lenir de Pericumã e o Sr. Coreiro da Tijuca.

No dia 23/10 (domingo) teremos uma nova reunião em que faremos os últimos acertos para que tudo aconteça da melhor maneira possível. Abraços em todos.

A reunião foi presidida por Maninho Braga, que é Presidente da Associação dos Moradores do Quilombo Pericumã e membro da Academia Perimiriense de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP).

Sem mais a tratar, a reunião foi encerrada com muitos cumprimentos e esperança de que o evento será um sucesso, pois, é notório o envolvimento de todos.

Academia Perimiriense reúne-se com a Secretária Municipal de Educação

Na manhã desta terça-feira, dia 06 de setembro, membros da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) reuniram-se com Secretária Municipal de Educação (SEMED) do município de Peri-Mirim, Zaine Ferreira, que se fez acompanhar do seu Secretário Adjunto, Hilário Silva. Em pauta, a discussão de projetos da Academia. A reunião foi previamente marcada por meio do Ofício/ALCAP nº 06-2022.

A reunião ocorreu na sede da SEMED. Pela ALCAP, participaram do debate: a presidente, Ana Creusa; o vice-presidente, Diêgo Nunes, que também trabalha na SEMED e Ana Cléres.

Na oportunidade, a secretária deu as boas-vindas aos membros da academia, iniciando-se, imediatamente, o debate sobre o Projeto do II Prêmio Naisa Amorim, pois, há necessidade de definir várias etapas de interesse de ambas as instituições, que visa estimular a leitura, escrita e criatividade de estudantes do ensino fundamental e ensino médio, educação de jovens e adultos (EJA) e escolas da rede municipal e estadual de ensino, sediada no município de Peri-Mirim.

Diêgo Nunes encarregou-se de apresentar um resumo do Projeto, pontuando os aspectos de prazo e definição de objetivos comuns. Ficou definido que o Tema, bem como prazo para lançamento do Edital do Concurso.

Considerando-se que a SEMED pretende homenagear os secretários de Educação do Município que já faleceram no evento de homenagem ao aniversário do município (31/03), ficou decidido que o tema do concurso também será em memória dos educadores do município que já faleceram, ficando-se de definir o slogan do Concurso que será ligado à memória dos educadores e que o Edital para inscrição do Concurso será divulgado ainda este ano.

Foi constituída uma Comissão para dar continuidade aos trabalhos, formada por: 1) Eni Amorim  (ALCAP); 2) Diêgo Nunes (ALCAP/SEMED); 3) Hilário Silva (SEMED); 4) Nasaré Silva (ALCAP/SEMED); 5) Kátia (SEMED); 6) Elinalva (ALCAP/SEMED); 7) Edna Jara (ALCAP/ARC) e 8) Tatá (ALCAP/SEMED).

Ao final, ficou acertado que as instituições buscarão patrocínios para as premiações, bem como os demais projetos serão debatidos oportunamente. A reunião foi coroada de êxito. Os membros da ALCAP ficaram satisfeitos com a recepção da Secretária de Educação com o estabelecimento das bases da parceria de sucesso, que muito contribuirá para o desenvolvimento da Educação do município.

Historiadora perimiriense lança livro sobre a situação da Saúde Pública de São Luís no período de 1889 a 1920

A autora perimiriense Maria Almeida lançou um livro intitulado “Saúde pública e pobreza em São Luís na Primeira República (1889/1920)” pela editora Dialética.  A obra traz um estado sobre a saúde pública na cidade de São Luís, capital do Estado do Maranhão, nos primeiros anos da República (1889/1920). A abordagem se dá em torno do quadro sanitário da cidade, marcado por frequentes surtos epidêmicos e por endemias como a da tuberculose, e das ações governamentais para fazer frente aos problemas sanitários da cidade.
Em São Luís, a maioria da população da cidade era pobre, egressa, em parte, do regime escravista, e vivia em condições precárias. Morava em ambientes insalubres (cortiços, antigas casas transformadas em moradias coletivas ou em casebres de taipa e palha), sem água encanada, nem tratamento de esgoto e do lixo produzido.
A pobreza e as péssimas condições de higiene tornavam os espaços habitados pelos pobres ambiente propício para o surgimento e proliferação de doenças, e por isso principal foco das medidas sanitárias implementadas pelas autoridades locais.
O trabalho analisa leis e códigos sanitários elaborados para resolver os problemas de saúde pública na cidade e chega à conclusão de que as determinações contidas nessa legislação prejudicavam, principalmente, as pessoas mais pobres, obrigadas muitas vezes a deixarem suas moradias, sobretudo, as localizadas no centro da cidade, na medida em que não possuíam recursos para fazer as adequações impostas pela legislação. De certo modo, essas medidas visavam atender ao apelo daquele momento, que era a “modernização” da cidade.
O livro “Saúde pública e pobreza em São Luís na Primeira República (1889/1920)”, da autora Maria Almeida, já está disponível no site da Dialética! Garanta já o seu 📖

Academia de Peri-Mirim se reúne com autoridades eclesiásticas da Diocese de Pinheiro

No dia 13 de julho de 2022, às 9:30 horas, membros da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) reuniram-se com o bispo da Diocese de Pinheiro, Dom Elio Rama, com o padre Irvisson, pároco do município e o representante jurídico da Diocese de Pinheiro, Widson.

Na referida reunião, foi entregue um Ofício solicitando à Diocese a possibilidade de Cessão Casa das Freiras, por meio de contrato de comodato, de um prédio situado na Rua Pereira Júnior, onde outrora fora a casa das irmãs da ordem Clarissas Franciscanas, que se encontra desabitada há alguns anos.

A Casa das Freiras é um referencial histórico de Peri-Mirim. O povo do  município lembra, com saudades, das freiras que habitaram aquela casa, pelos serviços prestados, por serem pessoas bondosas e dedicadas, especialmente com os mais vulneráveis.

A reunião iniciou-se com um pequeno resumo sobre a ALCAP efetuado pela secretária e ex presidente da Academia, Eni Amorim. Após a exposição, e da solicitação, foi feita a leitura do ofício realizada pelo vice-presidente Diego Nunes, representando na oportunidade a atual presidente da academia, Ana Creusa.

O assessor jurídico, Dr. Widson, posicionou-se afirmando que o pleito da Academia será levada à apreciação do Conselho da Diocese que, somente após essa análise pelo Conselho, será aprovada ou não a solicitação da Academia.

Dom Elio elogiou e enfocou a importância do trabalho da Academia para o município de Peri-Mirim. A autoridade eclesiástica foi presenteado com obras de autores locais e membros da Academia.

Ao final, os acadêmicos da ALCAP agradeceram às autoridades da Igreja Católica a acolhida no Salão Paroquial, para uma reunião histórica. Os acadêmicos saíram esperançosos que, finalmente, a ALCAP poderá instalar a sua sede provisória na Casa das Freiras e, dessa forma, poderá cumprir seus objetivos estatutários, especialmente a instalação de uma biblioteca que contribuirá para a formação de crianças, jovens e adultos.

Clube de Leitura da Academia Perimiriense realiza reunião

Em 8 de junho de 2022 às 19:00 horas pela plataforma Google meet deu-se início à reunião do clube da leitura João Garcia Furtado da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP).
Presentes:
Ana Creusa Martins, Ataniêta Martins, Eni Amorim, Ana Cléres Santos, Cleonice Martins, Diego Nunes, Jailson, Jessythannya Santos, Maria do Carmo, Giselia Pinheiro Martins, Alda Ribeiro e Adelaide Mendes.

A presidente da Academia Ana Creusa Martins agradeceu a presença de todos e falou que o projeto é “a menina dos olhos da Academia de Letras Ciências e Artes Perimiriense – ALCAP.” Enfatizou que sempre seremos leitores e falou sobre o livro aprendendo inteligência que será disponibilizado para o grupo para ajudar no empoderamento de novas perspectivas para a realização das atividades propostas pelo projeto clube da leitura. Também falou da importância de não impormos ao leitor o que ele deve ler, mas sim que deve deixá-lo escolher aquilo que gostaria de ler, pois só lê muito quem lê com prazer. Será uma forma inovadora e que exigirá muitas parcerias e bastante trabalho.

A gestora do programa Antonieta Santos fez uma apresentação que infelizmente não teve muito êxito devido alguns aspectos da internet, frisou a importância do Poder do trabalho em equipe “crescer sozinho é possível mas juntos é muito melhor” Frisou também que o clube de leitura será uma conquista coletiva entre a Academia e seus parceiros.

Eni Amorim, fez a leitura do projeto que tem como mentora a acadêmica Jessythannya Santos , uma iniciativa que deu frutos, onde anteriormente foram trabalhados três livros: O Pequeno Príncipe, O Mágico de Oz e Meu Pé de Laranja Lima.

O projeto traz em seu bojo uma pequena biografia do nosso ilustre contemporâneo. João Garcia Furtado, a justificativa do projeto, objetivos geral e específicos, público-alvo, metodologia, divulgação, entre outros.

Ana Creuza falou sobre a reunião da academia no final do mês.
A acadêmica Giselia Pinheiro Martins falou das dificuldades de quem não sabe ler, falou do projeto macro da SEMED e colocou à disponibilização do mesmo para ajudar no clube da leitura.

A confreira Alda Ribeiro, falou dos projetos da sua escola como o Banco do Saber e que sua escola abraça o projeto da Academia.
A confreira Jessythannya parabenizou a nova diretoria e se disponibilizou em ajudar a academia no que for possível e questionou a nova metodologia e análise da mesma.

Foi cogitado a inserção dos professores nas escolas como motivadores no projeto.
Ana Creuza ainda ressaltou que não pode haver espírito de concorrência entre os participantes.

Ataniêta solicitou os projetos da SEMED e da professora Alda Ribeiro, as duas se disponibilizaram em ajudar a coordenadora do projeto.

Adelaide falou sobre a importância do projeto para a comunidade e ainda compartilhou sua experiência como Educadora na escola em que trabalha.

Os acadêmicos Cleonice Martins, Diego Nunes e a amiga da Academia Ana Cléres Martins falaram que a metodologia do projeto é muito boa.

A coordenadora do projeto, Antonieta Santos concluiu a reunião falando da importância da leitura na vida das pessoa em todos os sentidos. Agradeceu a presença de todos e fez um apelo para fazermos o projeto acontecer e que seja um sucesso para a Academia e para a comunidade.

Sem nada mais a comunicar a reunião foi encerrada.

Peri-Mirim 08.Jun.2022

Eni Amorim
Secretária ALCAP

Academia Perimiriense visita pontos turísticos do município de Matinha

Uma comitiva da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) deslocou-se ao município de Matinha, com saída às 05:30h (cinco horas e trinta minutos) da manhã do dia 29/05/2022 e retorno no mesmo dia.

A comitiva foi recebida na praça central de Matinha, fiz registros fotográficos e partiu para o Povoado São Francisco, onde foi surpreendida com uma bela igreja católica, construída e doada à comunidade. A igreja possui artefatos, pintura e estrutura que remetem ao período colonial.

A pintura do teto da igreja faz lembrar a cultura barroca. A história da igreja Santo Antônio registra que um fazendeiro, Altervir Mendonça, a construiu especialmente para realização de um casamento em 2012. Ao término da cerimônia, doou-a à comunidade São Francisco.

A expedição foi orientada pela profissional Kelly, Agente de Desenvolvimento Local para fins de turismo, treinada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (SEBRAE) e contratada pelo município.

Em seguida deslocaram-se ao povoado quilombola João Luís, mais precisamente na vista ao belo lago do Aquiri, onde a equipe saboreou um reforçado café da manhã.

 A próxima parada foi no Povoado de Itans, onde foi realizada uma aventureira viagem de barco à antiga Ilha do Lago que esconde uma linda história da povoação de Itans.

O almoço servido incluiu cardápio culinário típico de Matinha, mais precisamente do povoado de Itans, composto por uma variedade de peixe de diversos variedades, sabores e cores que fez a equipe lembrar da rica Baixada, cheia de pessoas ilustres e que fazem de sua vida um grande legado, incluindo o relato de comidas típicas da região que une cultura, diversão e muita comida na mesa.

Em seguida, visitou-se os criatórios de alevinos da comunidade, em que Narlon, criador e vice-prefeito, demonstrou o processo de inseminação e engorda dos peixes que são criados em Itans e comercializados para várias regiões.

Segundo Narlon, Matinha ocupa o segundo lugar em produção de pescado do Maranhão e o quinto do Brasil.

A prefeita Linielda e o vice-prefeito Narlon de Matinha, com maestria e simplicidade, proporcionaram aos visitantes um momento ímpar, que lembra a cidade de Peri-Mirim. Demonstraram hospitalidade, desde a chegada, onde já se podia observar a preocupação com a organização e acolhimento; outra pessoa fundamental neste evento foi César Brito, bem como os representantes da Sociedade De Cultura Latina do Estado do Maranhão que enalteceram a importância do evento, por meio de belo discursos e textos, incluindo rimas e prosas.

Matinha é um exemplo a inspirar outros municípios, pois, apresenta soluções viáveis no combate à pobreza e distribuição de prosperidade para todos, por meio do trabalho e respeito ao meio ambiente.

Para fins de prestação de contas com a Secretaria Municipal de Educação, foi expedido o Relatório que poderá ser acessado neste link: Relatório de Viagem a Matinha.

Academia Perimiriense promove eleição da nova Diretoria e Conselho Fiscal

A votação ocorreu às 15:00h do dia 28 de maio de 2022 (sábado) nas instalações do Colégio CEMA em Peri-Mirim/MA. A eleição para a Diretoria Executiva e Conselho Fiscal foi realizada por votação por aclamação, pois somente uma chapa habilitou-se ao certame, para um mandato de 02 (dois) anos (2022 a 2024), conforme Edital.

Diretoria Executiva é o órgão de representação da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), eleita simultaneamente com o Conselho Fiscal, e será constituída pelo Presidente, Vice-Presidente, Primeiro e Segundo Secretários e Primeiro e Segundo Tesoureiros. O Conselho Fiscal é constituído por 3 (três) membros efetivos. A solenidade foi comandada pela Comissão de Eleição, composta por Venceslau Pereira Júnior, Jaílson Alves de Sousa e Raimundo Martins Campelo .

Antes da eleição, foi franqueada a palavra à presidente da ALCAP nos primeiros quatro anos, Eni do Rosario Pereira Amorim,  que agradeceu pela oportunidade de ter o título de primeira diretora da ALCAP e usando da sua peculiar humildade pediu desculpas por eventuais falhas, ressaltando que:

Walt Disney tem uma célebre frase que diz: “ninguém faz nada sozinho” e ele tem razão, tudo o que construímos só foi possível devido ter uma diretoria top das galáxias, sem desmerecer nenhum desses atores, faço um agradecimento especial para minha vice-presidente Jessythania Santos que foi notável em suas proposições e sugestões para o nosso fazer acadêmicos, a Ana Creuza, Ena Jara e Diego Nunes por estarem sempre disponíveis as necessidades da ALCAP mesmo quando estavam sobrecarregado por afazeres escolares, profissionais e pessoais. Agradeço a cada confreira e confrade que se dedicaram as necessidades, solicitações e demandas para o nosso fazer Acadêmico. Minha gratidão a cada um de vocês será eterna.

Também ressaltou o protagonismo dos amigos da academia na pessoa da Ana Cléres que impulsionou as demandas da ALCAP com sua garra típica da família Martins, ao Sargento César e Maria Ducarmo que souberam ser amigos emprestando à ALCAP seus trabalhos e sua energia do bem.

À nova Diretoria, desejou êxito, sucesso e coloco-me à disposição para continuar trabalhando pelo engrandecimento das letras ciências e artes do município, assim composta:

Diretoria Eleita (2022-2024)
1. Presidente
Ana Creusa Martins dos Santos
2. Vice-presidente
Diêgo Nunes Boaes
3. 1° Secretário
Eni do Rosário Pereira Amorim
4. 2° Secretário
Francisco Viegas Paz
5. 1° Tesoureiro
Edna Jara Abreu Santos
6. 2° Tesoureiro
Manoel de Jesus Andrade Braga

Conselho Fiscal
1. Alda Regina Ribeiro Corrêa
2. Giselia Pinheiro Martins
3. José Ribamar Martins Bordalo

A presidente eleita, Ana Creusa Martins dos Santos, usou da palavra ressaltando que:

A Primeira Diretoria da ALCAP abriu os caminhos para todos os trabalhos que virão. A maioria dos que compuseram a diretoria passada faz parte da nova Diretoria eleita hoje.

Nossa meta é dar continuidade aos projetos existentes e abrir novas frentes de trabalho, a fim de colocar o nosso município como protagonista de ações educacionais, científicas e culturais.

Ficou decidido que nossas reuniões serão bimestrais, último sábado de cada mês. A primeira reunião será no dia 30/07 na residência da Família Braga (sucursal do Paraíso) em Pericumã.

Serão nomeados gestores para cada projeto da ALCAP.

Contamos com a participação de todos.
#AvanteALCAP

Após a fala da presidente eleita, os demais componentes da Chapa PERI-MIRIM SEM FRONTEIRAS usaram a palavra para agradecer o convite para fazer parte da nova diretoria eleita e se disponibilizando para colaborar no que for necessário.

Ao final, houve uma confraternização entre os membros da Academia, ocasião em que partiram um bolo em homenagem aos quatro anos da agremiação.

 

Quarto aniversário da Academia Perimiriense

No último dia 20 de maio de 2022, Peri-Mirim comemorou o quarto ano de existência de sua Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP), uma iniciativa significativa para o município. A ALCAP é uma academia nos moldes das academias populares, composta por escritores, poetas, cantores de bumba meu boi e professores, além de amantes da cultura e das artes.

Em se tratando de comemoração, consideramos importante lembrar que as origens das Academias de Letras remontam a tradição iniciada no Século XVII na França e diz respeito a uma instituição de cunho literário e linguístico que reúne uma quantidade limitada de membros fundadores e efetivos, tendo a função de zelar pelo bom nível da língua pátria.

Uma Academia de Letras deve, também, preservar o que existe de mais importante na literatura e eternizar os melhores escritores, editar livros, fazer renascer bens culturais, valorizar e defender pessoas que cultivam a literatura, a cultura e os saberes de sua gente, promover encontros, seminários e conferências, bem como estimular manifestações culturais.

Enfim, a criação de uma Academia é de suma importância para a construção da história e da cultura de um município, de um estado, de um país.

Por isso, é tão importante o estabelecimento de parcerias com o poder público, bem como com entidades, instituições e organizações públicas e privadas.

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense é permeada de sonhos e desejos; não tem sequer sede própria, o que a impede de organizar um acervo literário, por exemplo, de contar com um espaço para reuniões, encontros e discussões com os membros da Academia e entre esses e a comunidade para proposição de projetos e atividades.

Mas, apesar de todas as limitações, a ALCAP cumpre seu papel, na medida em que seus membros, cada um a seu modo e dentro de seu ramo de atuação, não deixaram de atuar como atores publicando livros, compartilhando textos nas redes sociais e mensagens de apoio e esperança com todos que valorizam a literatura e a cultura em nosso município.

Agradecimentos a todos os confrades e confreiras, que a ALCAP possa brilhar nos ramos das Letras, ciências, artes e saberes do seu povo.

FELIZ ANIVERSÁRIO ALCAP 💪🏻💪🏻💪🏻

Diretoria ALCAP