NELSOLINO SILVA

Nelsolino Silva, nascido em 30 de agosto de 1944, em São Bento – MA, filho mais velho de uma prole de 14 (quatorze) irmãos. Seus pais são Raimundo Soares Silva e Joana Farias Silva.

Na infância, estudava na Escola João Pia Marta, onde concluiu o ensino fundamental, nas horas vagas, seu lazer favorito, era o futebol com seus amigos, sendo considerado, por muitos, o melhor jogador da sua época.

Aos 18 anos alistou-se no exército, 24° B.C, onde serviu por um ano, pedindo afastamento para trabalhar como vacinador em campanha em vários municípios do Maranhão, mas logo teve que retornar a São Bento, pois o estado de saúde de sua mãe era delicado, vindo a falecer meses depois. Assumiu, então, a responsabilidade de cuidar dos seus irmãos juntamente com sua tia-avó materna. Seu pai já viúvo constituiu nova família em São Luís tendo mais 05 (cinco) filhos, totalizando 19 (dezenove) irmãos.

Em 1969, aos 23 anos de idade, ainda em São Bento, conheceu Ana Rita Martins Silva mais conhecida como Nicó, namoraram e casaram-se 06 meses depois no cartório civil.

Em 1972, exerceu o cargo de datilógrafo no Departamento de Estrada e Rodagem (DR), setor Alcântara e Pinheiro. No ano posterior, em 1973, mudou-se para Peri-Mirim com sua esposa. Em 1976 foi nomeado Agente de Portaria, lotado na Escola Carneiro de Freitas, nesse período, continuou os estudos na escola Cenecista Agripino Marques, onde concluiu  o curso Magistério em 1979.

Em 15 de março de 1986, casou-se no religioso com as bênçãos de Deus e de Dom Ricardo Pedro Paglia, com Ana Rita Martins Silva (Nicó), mulher católica e muito atuante nas atividades da igreja. Dessa união, tiveram 04 (quatro) filhos, sendo a primogênita Flávia, em seguida Elisângela, Flúvia e Nelsolino Júnior.

Com diploma em mãos, foi nomeado ao cargo de Professor, primeiramente, iniciando suas atividades na Escola Carneiro de Freitas, e depois na Escola CEMA “Artur Teixeira de Carvalho’’, nesta lecionou as disciplinas de Geografia, Matemática, Química e também Educação Física.

Como professor, sempre incentivava seus alunos, aos que tivessem as melhores notas tinham direito a um passeio no fim do ano, para as cidades de Alcântara, Cedral e Guimarães. Marca registrada deixada por ele, pois todos queriam participar dessas viagens.

Em 1988 trabalhou como Agente Administrativo na Secretaria da Fazenda e entre 1993 e 1996 trabalhou na Secretaria da Fazenda do Estado e foi Secretário Municipal de Educação e Cultura. Na sua trajetória profissional contribuiu para a melhoria da educação visando a escola como uma importante instituição de ensino e aprendizagem, auxiliando no desenvolvimento social, desempenhando um papel fundamental na formação de conhecimento de valores, comportamentos e respeito por meio da ação educativa.

Como Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, contribuiu da melhor forma que podia com esforço e dedicação, durante as festividades de São João, com grandes arraiais, trazendo para a cidade várias atrações. Como desportista, participava de torneios municipais pela seleção de São Bento, e em Peri-Mirim continuou levando os jovens para torneios de futebol intermunicipais. Como técnico da seleção de Peri-Mirim, foi campeão intermunicipal em 2008 em Palmeirândia, obtendo a vitória em cima do time da casa.

Vendo a necessidade de aprofundar seus conhecimentos, resolveu, aos 59 anos, ingressar na Faculdade Estadual de Santa Catarina, vindo a se formar juntamente com sua filha mais velha, Flávia, em Pedagogia no ano de 2008 aos 64 anos. Foi membro da primeira turma de Ensino Superior do município de Peri-Mirim. Em 2009, aos 65 anos, se pós graduou em Docência da Educação pela Faculdade de Tecnologia Darwin.

No ano de 2016, após tantos anos de trabalho e contribuição, se aposentou, e mesmo com a idade mais avançada não deixava de participar de momentos de lazer e praticar seu esporte favorito, então ingressou da seleção de veteranos do município, onde sempre viajavam para outras cidades em jogos amistosos e torneios locais. Tentou aposentar as chuteiras aos 71 anos de idade, mas sempre que tinham jogos, ainda participava por alguns minutos. Era um homem fanático pelo futebol. Amor incondicional pelos times do Flamengo e Moto Clube. Era criador de gado na comunidade “Ilha Grande”, também produzia queijo. Amava criar pássaros, e o preferido era o “curió”.

Nelsolino Silva faleceu em 04 de maio de 2020, mas deixou na terra que o acolheu, o seu legado e cumpriu sua missão. Sempre foi um bom homem, bom marido, bom pai, bom avô e bom bisavô. Nunca deixou faltar nada para sua família e sempre foi um homem guerreiro de muita fibra. Um homem de um coração enorme, onde sempre levava alegria aos que estavam ao seu redor.

Aproveitou a vida sempre muito feliz e jamais deixou se abalar com os problemas surgidos em sua jornada. Deixou uma família que jamais o esquecerá, 4 filhos, 6 netos, 4 bisnetos, irmãos, sobrinhos, noras, genros e amigos que o consideravam pai. Descanse em paz Nelsolino Silva. Sua família e amigos jamais o esquecerão.

Biografia disponibilizada à Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) pela família de Nelsolino Silva.

JOÃO BATISTA PINHEIRO MARTINS

João Batista Pinheiro Martins nasceu no dia 7 de junho de 1953 no Povoado Ilha Grande Peri-Mirim/Maranhão. É o terceiro de um total de 10 (dez) filhos de Pedro Pinheiro Martins e Maria de Lourdes Pinheiro Martins. 

Era católico praticante de ensinamentos religiosos que aprendeu na convivência com seus pais desde criança.

Graduado em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão. Foi funcionário público no cargo de professor das redes estadual e municipal de ensino.

Possui relevantes trabalhos prestados em sua trajetória de vida, assumindo cargos de Vereador, Secretário Municipal de Educação de Peri-Mirim, Assessor Técnico da Secretaria de Educação do Município de Bequimão e Secretário da Câmara de Vereadores.

Dentre todos os cargos, era o de professor que mais se dedicava com amor e compromisso profissional, que durante a pandemia, no ensino à distância, sem grandes recursos para aulas pela internet, teve o zelo de mestre e educador – imprimia os trabalhos e atividades e os entregava aos seus alunos.

Foi político, filiado e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em Peri-Mirim.

Gostava de futebol, seu esporte e lazer preferido, tinha como time favorito o Clube de Regatas Flamengo.

Como ser humano não era perfeito, mas tinha inúmeras virtudes, entre as quais, a honestidade, a lealdade, a fraternidade e a justiça. Foi um portador da paz, um bom conselheiro e tinha um imenso amor pelo próximo, tudo isto foi presenciado na homenagem de reconhecimento prestada por seus parentes e amigos na passagem de seu cortejo pelas ruas de Peri-Mirim.

Cabe aos que ficaram, esposa, filhos, neto irmãos, alunos e amigos, a saudade que será eterna, mas ao mesmo tempo, a certeza de que ele foi recebido no abraço caloroso de seus pais e irmãos que também já partiram e acolhido por Deus e a Virgem Maria Santíssima, no futuro, serão, testemunhas vivas de seu caráter aqui na Terra.

Aquele que acredita na ressurreição, jamais morrerá, depois como disse o próprio Cristo: “Eu sou a ressurreição e a vida!!!”.

Batista faleceu em 11 de abril de 2021 em Fortaleza-CE, vítima da Covid-19. Está sepultado em Peri-Mirim, município que dedicou sua vida e deixou um grande legado na área da Educação.

Deixa esposa e 4 (quatro) filhos e seu neto amado, Vince, com quem compartilhava suas maiores alegrias.

Saudades eternas de sua esposa, filhos, neto, irmãos, primos, alunos e amigos.

Biografia disponibilizada pelos familiares.

Com o tema EDUCAÇÃO DE PERI-MIRIM: HISTÓRIA E EVOLUÇÃO, o projeto do II Prêmio ALCAP “Naisa Amorim” é assinado

Há alguns meses, a Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) e a Secretaria de Educação do Município de Peri-Mirim (SEMED) vêm debatendo o formato do II Prêmio “Naisa Amorim”, que consiste em um concurso literário e artístico dirigido aos alunos das redes pública e particular de ensino e à administração das escolas. O tema do atual concurso é: Educação de Peri-Mirim: história e evolução.

No dia 29 de outubro, houve a assinatura do documento pela gestora do projeto Eni do Rosario Pereira Amorim, pela secretária da SEMED Zaine Ferreira e por Ana Creusa Martins dos Santos, presidente da ALCAP. Também se fizeram presentes ao ato: Ana Cléres Santos Ferreira, Diego Nunes, Ataniêta Martins, Raimundo Campêlo e José Maria Martins Santos.

A secretária da SEMED, Zaine Ferreira, demonstrou interesse em, dentro do tema escolhido, homenagear, in memoriam, os secretários de educação do município.

Neste sentido, a ALCAP comprometeu-se em disponibilizar no site O Resgate: de Peri-Mirim para o Mundo. as biografias dos saudosos secretários que serão homenageados. No momento, tem-se apenas a biografia de Keila Abreu Melo, faltando os dados bibliográfico de João Batista Martins, Nelsolino Silva e José do Carmo França.

As premiações do concurso serão em dinheiro, conforme definido no projeto. A SEMED demonstrou interesse em contribuir incialmente com R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais).

O tempo urge e o trabalho de divulgação do Prêmio já está em andamento, mas o lançamento do Edital para inscrição no concurso será efetuado somente no início do ano letivo de 2023 e a premiação será durante as homenagens do aniversário do município de Peri-Mirim, em 31 de março.

Todos saíram animados com a assinatura do projeto, mas preocupados com o exíguo tempo e a gama de trabalhos a realizar.

Ao final, a comitiva da ALCAP agradeceu a excelentíssima senhora secretária pelo apoio e dedicação, pedindo que a secretaria envolva os professores na construção de mais esse trabalho em prol do resgate dos valores educacionais do município, confira a íntegra do projeto.

II Prêmio Naisa Amorim 2022 assinado.

PLANTIO SOLIDÁRIO: Reunião com Igreja de Poço Dantas

Aos vinte e nove dias do mês de outubro do ano de 2022 reuniram-se na Igreja Assembleia de Deus na comunidade de Poço Dantas, Peri-Mirim, a presidente da ALCAP, Ana Creusa, o vice-presidente Diêgo Nunes e as gestoras dos projetos Plantio Solidário João de Deus Martins e Clube de Leitura João Garcia Furtado, Ana Cléres e Tatá Martins, juntamente com os jovens, adolescentes e senhoras que congregam na igreja.

Na oportunidade foi apresentado o projeto Plantio Solidário, durante a explanação observou-se a empolgação dos participantes em achar conveniente a instalação do projeto, com agradecimento por parte de uma das auxiliares da igreja, enaltecendo a iniciativa da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) em resgatar as plantas antigas, muitas delas ameaçadas de extinção, bem como incentivar a comunidade a plantar e cuidar das árvores.

Os membros da ALCAP analisaram a área, avaliando as possibilidades do plantio e as formas e época para plantar as árvores.

O ânimo por parte da comunidade, deixou os acadêmicos esperançosos pela parceria e felizes com a acolhida.

Após a reunião, a comitiva da ALCAP realizou visita a uma professora tradicional da comunidade, Teresinha Pereira Câmara, ela ficou alegre a nossa visita e o vice-presidente Diêgo Nunes ficou incumbido de retornar para fazer os relatos sobre a comunidade.

Também foi falado sobre o Concurso Prêmio Naisa Amorim e a participação dos alunos da escola da comunidade.

Academia Perimiriense: Reunião sobre a participação cultural no Festejo de São Sebastião

Ontem, 29/10/2022 às 9:15 na resistência de Raimundo Campêlo ocorreu uma reunião entre representantes da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) e a coordenadora do Festejo de São Sebastião, senhorita Laeny Oliveira,  para definição de participação cultural da ALCAP nos festejos de São Sebastião 2023.

A presidente da Academia, Ana Creusa, fez a apresentação da equipe da ALCAP presente à reunião. Em seguida Laeny Oliveira explanou o desejo de uma participação da Academia com um projeto de resgate histórico na linha de tempo da história da Paróquia São Sebastião e do Padroeiro da cidade.

Lembrando-se que os festejos religiosos ultrapassam a si mesmos como unidades temporais para religar o visível e o invisível, àquilo que está dentro e fora de um tempo, sempre buscando estabelecer laços comunitários e identidade étnica e tradição dentro das mais variadas relações de poder existentes na comunidade. Servem como um momento de confraternização coletiva entre as famílias e a comunidade trazendo ao grupo unidade e os reunindo em torno de um ritual que reflete o modo como o grupo vê o ambiente no qual está inserido bem como seu modo de organizar e traçar as estratégias de permanência do grupo enquanto comunidade.

A ALCAP comprometeu-se a buscar alternativas para montar um local para exposição dos livros dos autores da terra, bem como levantar informações que contribuam para a montagem da linha do tempo da história da Paróquia. Ficou acordado que a Academia fará suas atividades de demonstração no dia 15 de janeiro de 2023.

Em seguida, foram apresentados um pequeno recorte dos projetos da ALCAP: Prêmio Naisa Amorim, Clube de Leitura João Garcia Furtado e do Projeto Solidário João Deus Martins por seus respectivos gestores: Eni Amorim, Tatá Martins e Ana Cléres.

Ficou definido que haverão outras reuniões para as implementações do proposto pela coordenação do Festejo.

Presentes: Ana Creusa Martins, Ana Cléres Santos, Eni Amorim, Nani Sebastiana, Diêgo Nunes, Tatá Martins, Raimundo Campêlo, Francisco Viegas, Laeny Oliveira, José Maria Martins (convidado).

Após a reunião, o anfitrião Raimundo Campêlo e seu esposa ofereceram um delicioso lanche aos presentes. Todos saíram animados e certos de que a participação nas atividades do festejo de São Sebastião será uma oportunidade de apresentar um trabalho de resgate dos dados históricos e culturais, do qual tem se ocupado a academia desde a sua fundação em 2018.

Academia de Peri-Mirim participará de Roda de Conversa durante as festividades da Semana da Consciência Negra

No último domingo, dia 23/10/22, a Coordenação do Território Quilombola Pericumã esteve reunida na comunidade Murutim. Novamente tratamos da organização da Programação da Semana da Consciência Negra.

Estiveram presentes as comunidades de Pericumã, Tijuca, Capoeira Grande, Pedrinhas, Rio da Prata e Murutim. Não compareceram e não justificaram a ausência Itaquipé, Malhada dos Pretos e Santa Cruz.

Tivemos a participação da Secretária de Igualdade Racial Geilsa Ferreira e do Secretária de Ação Social Paulo Sérgio. A programação ficou fechada da seguinte maneira:

Sábado, dia 19/11/22

Manhã teremos palestra sobre a saúde de comunidades negras com acadêmicos de Pinheiro. Vamos tentar oferecer alguns serviços como a aferição de pressão arterial e testes para HIV, Sífilis hepatite B e Hepatite C entre outros.

Tarde teremos o Torneio de Futebol Feminino.

Noite teremos uma celebração religiosa voltada para a temática do povo negro.

Domingo, dia 20/11/22

Manhã uma roda de conversa sobre a história do povo negro no Brasil e de forma especial em nosso Território. Nessa Roda de Conversa teremos a participação da ALCAP ( Academia de Letras, Ciências e Arte Perimiriense); da Secretária de Educação e da Amiga Maria que é filha do Murutim e trabalha na UFMA em Pinheiro.

Tarde teremos a rodada do Campeonato Quilombola.

Noite será a parte Cultural com várias apresentações das nossas diversas manifestações (Bandeira do Divino, Tambor de Criola, Bloco Carnavalesco, etc,). No evento, teremos um espaço especial pra D. Lenir de Pericumã apresentar as suas cantigas. Teremos, ainda, um espaço para o reggae se apresentar. Teremos, também, o desfile da Beleza Negra. O encerramento será com um cantor.

A coordenação pede o empenho de todos para que a nossa programação este ano seja bem melhor do que a do ano passado.

Texto Maninho Braga, Presidente da AMQUIPE (Associação dos Moradores do Quilombo Pericumã).

PLANTIO SOLIDÁRIO: Mudas que valem ouro

A Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) solicitou e recebeu 500 (quinhentas) mudas do Jardim Botânico da Vale S/A., para atender aos objetivos do Projeto Plantio Solidário, que tem como gestora Ana Cléres Santos Ferreira. As mudas recebidas são espécies que eram comum no município, mas a maioria está ameaçada de extinção. Seguem as espécies e suas características:

1) Angelim

2) Aroeira Vermelha

3) Bacuruzinho

4) Cupuaçu

5) Genipapo

6) Ipê Rosa

7) Ipê Roxa

8) Janaúba

9) Juçara Precoce

10) Marmorana

11) Pitomba

12) Pau Preto

13) Saboneira

PLANTIO SOLIDÁRIO: Mudas disponibilizadas pela Vale farão parte do projeto

Na manhã do dia 21 de outubro de 2022, membros da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) e amigos,, compareceram ao Jardim Botânico da Vale, localizado na região do Itaqui-Bacanga em São Luís, receberam 500 (quinhentas) mudas de plantas de várias espécies nativas.

Pela Academia estavam presentes Francisco Viegas, Eni Amorim e a presidente da ALCAP, Ana Creusa Martins. Representando a gestora do projeto, compareceram ao ato, o advogado Paulo Victor Santos Ferreira e a contadora Kelly Gomes. A solenidade de entrega das mudas foi presidida por Geraldo dos Santos Filho, representando a Vale S.A.

Importante destacar que o Projeto Plantio Solidário, João de Deus Martins, possui os seguintes objetivos:

1 – OBJETIVOS

O Projeto objetiva promover o estímulo ao plantio de árvores; a sensibilização e conscientização ambiental, bem como criar espaços de lazer e convivência, aprazível pela existência de árvores.

2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

2.1 Realizar o plantio de árvores em homenagem aos patronos da ALCAP;
2.2 Realizar palestras nas escolas;
2.3 Desenvolver práticas educacionais sobre a importância do reflorestamento e suas espécies nativas ou outras de interesse da população;
2.4 Reflorestar áreas degradas em alguns espaços públicos ou privados; e
2.5 Criar espaços de lazer e convivência.

A gestora do projeto, Ana Cléres Santos Ferreira, enviou os representantes nominados acima. Emocionada e agradecida pelo evento, Ana Cléres postou nas redes sociais a seguinte mensagem:

Bom dia parceiros,
Quero agradecer aos acadêmicos e amigos que compareceram à missão de receber as mudas de plantas na Vale.

Estamos atentos para as etapas do projeto: ainda faltam acadêmicos que não plantaram a árvore do seu patrono. Quem quiser, pode usar uma muda das que ganhamos da Vale. É só falar que faremos a disponibilização da muda. Gratidão.

 

São 11 (onze) as variedades disponibilizadas: 1) Marmorama; 2) Ipê Rosa; 3) Angelim; 4) Saboneteira; 5) Cupuaçu; 6) Juçara Precoce; 7) Janaúba; 8) Ipê Roxo; 9) Bacurizinho; 10) Genipapo e11) Arueira.

O Projeto em apreço é divido em etapas, conforme informou a gestora do projeto, Ana Cléres. Nesta etapa, as mudas disponibilizadas pela Vale serão destinadas ao plantio em áreas de igrejas, a fim de que os féis cuidem das mudas com carinho, para que se transformem em árvore.

O projeto piloto será implanto na igreja evangélica de Poço Dantas, que o confrade Diêgo Nunes congrega. Já marcada reunião às 16 horas do dia 29 de outubro.

O evento foi um sucesso. Nossa Gratidão à Vale pela parceria.

Peri-Mirim: Semana da Consciência Negra foi tema de debate em comunidades quilombolas

No último sábado, dia 08 de outubro, a Coordenação do Território Quilombola Pericumã esteve reunida no Quilombo Pedrinhas. O objetivo da reunião foi tratar da Semana da Consciência Negra, que homenageia e resgata as raízes do povo afro-brasileiro e é comemorado no Brasil no dia 20 de novembro.

O evento contou com a participação de vários convidados: o prefeito Heliezer Soares, a Secretária de Igualdade Racial Geilsa Ferreira, o Secretário de Cultura Frank Hudson, o Secretário de Turismo Fábio Maia, a Secretária de Educação Professora Zaine, a ALCAP foi representada pelo professor Venceslau Junior. Lamentamos a ausência do Padre Irvison.

Depois de ouvir a opinião de todos, combinamos o seguinte: que este ano faremos 2 (dois) dias de programação que ocorrerão no Quilombo Muritim. Sábado, dia 19/11 e no domingo, dia 20 de novembro.

No sábado teremos a seguinte programação. Pela manhã teremos uma roda de conversa com o representante da ALCAP e da Secretaria de Educação sobre a História das nossas comunidades (essa programação é mais voltada para as lideranças). À tarde teremos um torneio de futebol feminino e à noite será celebrada uma missa campal.

No domingo teremos pela manhã palestra sobre saúde de populações negras com um grupo de estudantes da UFMA de Pinheiro. À tarde teremos a rodada do Campeonato Quilombola e à noite será a programação cultural em que serão apresentados todos as manifestações culturais de nossas comunidades (Divino Espírito Santo, Tambor de Crioula, Bloco Carnavalesco, etc). Teremos, também, a presença de um cantor no encerramento da noite.

No domingo também será palco do desfile da Beleza Negra onde cada comunidade terá uma representante. Neste ano teremos ,também, a presença no desfile de representantes masculinos. O desfile não será competitivo. É somente apresentação.

O representante da ALCAP, Venceslau Júnior, agradeceu o convite e falou que:

a Academia busca fortalecer a cultura de modo geral, e que não devemos deixar morrer movimentos como os tambores de crioula, são Benedito e que nessas regiões quilombolas, deve haver o estímulo para a criação de escolas, ou pelos menos, de aulas para os jovens e adolescentes para que não se perca a herança histórica.

Neste ano de 2022 teremos espaço na parte cultural para o movimento reggae e vamos ter um espaço especial para uma apresentação de D. Lenir. Ela irá cantar os seus sambas. Ela cantará suas cantigas. Todos os ritmos que ela canta.

No ano corrente, nossa programação homenageará duas pessoas que são muito representativas das nossas comunidades. Será D. Lenir de Pericumã e o Sr. Coreiro da Tijuca.

No dia 23/10 (domingo) teremos uma nova reunião em que faremos os últimos acertos para que tudo aconteça da melhor maneira possível. Abraços em todos.

A reunião foi presidida por Maninho Braga, que é Presidente da Associação dos Moradores do Quilombo Pericumã e membro da Academia Perimiriense de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP).

Sem mais a tratar, a reunião foi encerrada com muitos cumprimentos e esperança de que o evento será um sucesso, pois, é notório o envolvimento de todos.

Reunião Temática da Academia Perimiriense

Os acadêmicos e amigos da Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense (ALCAP) reuniram-se no dia 1º de outubro às 15:30h, tendo como local inicialmente a Casa das Freiras, porém, devido a imprevisto, foi realizada na residência de Edmilson Martins.
Estiveram presentes: Ana Creusa, Ana Cléres, Alda Ribeiro, Venceslau, Nani, Ataniêta, Diego, Jessythannya, Francisco Viegas e Eni Amorim.

A presidente da academia Ana Creusa Martins deu início à reunião informando a situação atual do contrato comandado da Casa das Freiras informou que o processo estava com entraves, pois, sempre que há mudança de diretoria é necessário mudanças na documentação e que já está tudo em conformidade com as normas vigentes, para celebração do contrato de comodato.

De acordo com o advogado da Diocese de Pinheiro, Dr. Wilson, com o qual se reunião no dia anterior, 30/09/2022, em que falou que será necessário efetuar o desmembramento do terreno da casa da freira do restante da área, sendo necessário estabelecer a planta baixa apenas do local objeto do comodato, para fins de registro no Cartório e obtenção de matrícula junto à Fazenda Municipal, todos esses fatos serão discutidos no Colégio dos Consultores da Diocese.

O debate entre os acadêmicos e amigos gerou em torno de a ALCAP ajudar na agilização do processo, verificando junto ao Cartório a situação do imóvel. O confrade Diego se disponibilizou para ver junto com o cartório a questão documental do terreno. Entretanto, ao final ficou decidido que qualquer ação ficaria na dependência da reunião do referido Colégio de Consultores.

A seguir foi solicitado a realização de campanha para quitação da taxa acadêmica e abertura de conta da ALCAP em outro banco. Ana Cléres sugeriu que fosse no Banco do Brasil, por facilidade no aplicativo.

Quanto ao armazenamento dos livros recebidos em doação a confreira Alda irá disponibilizar um local para armazenar os mesmos a partir do mês de dezembro.

Nivelamento sobre o prêmio Naisa Amorim, ficou definido que será conversado com a Secretaria de Educação sobre o assunto a ser abordado pelo prêmio um assunto com tema abrangente foi sugerido como tema: A educação no município de Peri-Mirim. Alda se disponibilizou a ajudar a elaborar os subtemas a respeito do Prêmio.

Quanto ao projeto Plantio Solidário, a coordenadora Ana Cléres ficou de cobrar o plantio das árvores que representam os patronos dos acadêmicos, solicitou também a coleta das sementes para levar para o Dr. Gusmão da UEMA, ainda, que conseguiu 500 (quinhentas) mudas de plantas na Vale do Rio Doce, falou sobre a conversa com o pastor da Assembleia de Deus que este abraçou a causa do projeto para plantio de mudas ao redor de suas igrejas.

Foi solicitada a ajuda da academia para Ação de Graças na Jurema que deve acontecer no dia 19 de novembro. O acadêmico Viegas solicitou que seja criado um histórico da Ação de Graças pela família.

Ao final o confrade Viegas entregou um verso de sua autoria, sugerindo que este seja objeto de uma placa que ficará na faixada da Casa da Freiras. A presidente da ALCAP ficou de levar o assunto aos membros da academia em outra oportunidade, dado o adiantar das horas e que alguns acadêmicos tinham outros compromissos agendados para aquele horário.

Sem mais a tratar, foi oferecido um lanche aos acadêmicos para homenagear a aniversariante Ana Cléres, cujo natalício ocorreu no dia 30 de setembro.