Elinalva de Jesus Campos

Ocupante da Cadeira nº 27, que tem como patrona Júlia Silva. É Natural de Peri-Mirim, nascida no dia 17 de fevereiro de 1993, às 08:00 horas em sua residência no povoado Beira do Campo. É a primeira filha do casal Ednaldo de Jesus Campos e Maria Antônia Campos, ambos são pescadores e têm dois filhos sendo o caçula Elinaldo de Jesus Campos. Seus pais não concluíram o primeiro grau e por esse motivo, em 1995 vieram residir no centro da cidade em busca de uma qualidade de vida melhor para os filhos e uma boa educação.

Em 1997 deu-se início à sua vida estudantil, passando pelos primeiros processos de ensino aprendizagem da educação infantil no Jardim de
Infância Pequeno Príncipe. No ano de 2000 ocorreu a primeira mudança de escola para cursar o ensino fundamental menor, que por sua vez chamava-se Unidade Escolar Carneiro de Freitas, na época a escola pertencia ao Estado. Nesta unidade de ensino permaneci por quatro anos até está apta a cursar o ensino fundamental maior.

No ano de 2004 ingressou na escola Artur Teixeira de Carvalho com 11 anos de idade. Frequentou esta instituição por sete anos, cursando também o ensino médio. Durante sua vida escolar básica fiz muitos cursinhos preparatórios e profissionalizantes como Secretariado, Rotinas administrativas, Saúde e prevenção, além de oficinas de artesanato. Em 2008 participei do curso de Operador de Ambiente Windows (Informática), onde a escola fazia uma seleção dos melhores alunos para um estágio e, fui uma das alunas selecionadas e durante o ano de 2009 fez o estágio obteve um bom êxito, passando a fazer parte do quadro dos professores da escola aos 17 anos em 2010.

Participou também do projeto do governo do Estado Pro-Jovem, projeto este vinculado à Secretaria de Assistência Social do município, que tinha como capacitar os jovens e suas famílias com cursinhos e oficinas para que pudessem realizar atividades lucrativas que ajudassem na economia familiar.

É batizada, crismada e consagrada, sua vida religiosa se deu com a participação em vários grupos e pastorais da igreja católica atuando em vários cargos, como a Catequese onde foi Catequista por três anos, após receber o sacramento da Crisma, a Legião de Maria Juvenil atuando como secretária e depois vice-presidente, a Liturgia, Grupo de Coroinhas, Grupo de Música e a Pastoral da Juventude onde permanece até o presente momento como assessora da Juventude do Setor Bequimão (o setor Bequimão é composto por cinco paróquias e uma área pastoral que são Peri-Mirim, Palmeirândia, São
Bento, Bequimão, Alcântara e Oitiua) atuando no processo de formação e educação da juventude da Diocese de Pinheiro.

Em 2011, após fazer o exame nacional do ensino médio recebi a notícia que foi aprovada pela Universidade Federal do Maranhão campus de Pinheiro no turno noturno para o curso Interdisciplinar de Ciências Humanas. O curso tinha duração de quatro anos e durante sua formação teve a necessidade de se afastar para duas cirurgias, por esse período o curso passou por uma avaliação do MEC onde sofreu alterações na quantidade de anos para a formação completa do universitário. Essa alteração permitiu aos estudantes escolher uma habilitação em uma área específica, optou pela área de História. Concluiu a faculdade em 2018 com nota 9,5 sendo a primeira da família a possuir o ensino superior.

Durante sua formação acadêmica atuou na área da educação como professora do ensino fundamental menor na escola Cecília Botão-Anexo onde estive por dois anos como professora contratada. Fui coordenadora do projeto da Secretaria de assistência social Jovens em Ação onde coordenava uma equipe de professores que trabalhavam com aulas, palestras, atividades físicas e oficinas para desenvolver e qualificar jovens. O projeto também acompanhava adolescente com problemas familiares e problemas com as drogas.

É amante e incentivadora da cultura popular maranhense, tendo participado de vários grupos folclóricos do município de Peri-Mirim em que os objetivos eram resgatar e preservar a cultura popular local. Participou como índia do Bumba-meu-boi Brilho da Baixada, foi dançarina por 10 anos na companhia de Dança Laço de Prata, índia no Bumba-boi dos Idosos, dançarina em grupos de quadrilhas juninas, integrante da companhia de Arte e Teatro “Nossa arte”, dançarina no grupo de dança de rua, integrante da banda de fanfarra da escola do município de Peri-Mirim e do município de Palmeirândia.

Atualmente é professora nomeada de 6.º ao 9.º ano, atuando na Escola Municipal Cecília Botão-Anexo, realiza pesquisas na área de história e religião tendo uma publicação no livro de resumo da Universidade Estadual do Piauí e cursando a pós-graduação em Docência da Educação Básica.

Elinalva de Jesus Campos se considera apta a ocupar uma cadeira na Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense devido a sua contribuição na educação do município como professora, pesquisadora, formada em História, pelo trabalho realizado com a juventude na Baixada Maranhense e por fim, valorizar e incentivar a cultura popular brasileira, encolhendo a senhora Julia Silva para homenageá-la como sua patrona.

Deixe uma resposta